Maçã-e-fita-metrica-Obesidade

Obesidade: 3 perguntas importantes a saber!

Uma busca rápida na internet envolvendo as palavras “obesidade” e “Brasil” nos mostra que os indicadores que mensuram a quantidade de pessoas obesas estão muito elevados não havendo até então números tão significativos

Obesidade no Brasil, você sabia?

A pesquisa de orçamento familiar (POF) e o IBGE, apontam que40% da população brasileira está acima do peso.  E essa porcentagem envolve não apenas adultos, mas também crianças e adolescentes1 obesos.

1.O que o aumento de gordura corporal pode causar?

O aumento da taxa de gordura no corpo é a porta de entrada para diversos problemas de saúde como a pressão alta,diabetes,alterações no colesterol, e também alguns tipos de câncer que podem levar ao óbito.

2.O ganho de peso traz apenas problemas físicos?

O ganho de peso, além de trazer problemas físicos, também atrapalha a vida da pessoa em relação a sua saúde emocional, assim com sua interação como o ambiente. Sim, fatores psicológicos são afetados pela obesidade tais como baixa autoestima, depressão e ansiedade.

Dica de leitura:Estamos sujeitos a depressão? 

A vontade de se isolar e as dificuldades de relacionamento também são evidenciados4. Ou seja, trata-se de um problema multicausal em que não estão envolvidos apenas fatores comportamentais, mas também genéticos, metabólicos, sociais, culturais e psicológicos.

3.Por que come-se em excesso?

Um artigo cientifico da PUC-RS aponta que alguns estudos sugerem que as pessoas podem comer em excesso devido a um descontrole emocional. O mesmo documento diz que esse processo é denominado “comer emocionalmente”.

E esse processo nos sugere que a obesidade pode ter início na dificuldade do individuo em regular as emoções, resultando o ato de comer em excesso numa forma de “enfrentamento” contra afetos negativos, estressores, dentre outras coisas.

Concluindo o pensamento

A partir dessas informações, penso que cuidar das nossas emoções é uma maneira de estarmos em equilíbrio. Afinal, limpamos a casa, higienizamos e cuidamos do corpo e por que não fazer o mesmo em relação a nossa mente?

A busca por um profissional especializado e capacitado tende a facilitar o processo de cuidar de si. Não precisa esperar a tempestade chegar, as coisas ficarem incontroláveis. Devemos agir na precaução, senão ficamos apenas “enxugando gelo”.

Fique atento!

Todo sofrimento, não importa qual, carece de uma escuta especializada, acolhedora e empática!

Invista em sua saúde psíquica, cuide bem da pessoa mais importante no mundo: Você!

compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email